Armando Fernandes: Cozinha dos pobres

A história da alimentação Ocidental é robusta, rica e substanciosa no tocante ao engenho da «multiplicação dos pães» entenda-se dos produtos desconsiderados na génese matricial da nona arte – a gastronomia – só passíveis de atenção pelas donas de casa onde é dada ampla validade ao conhecido anexim – a necessidade aguça o engenho.

Por |2020-12-21T11:57:35+00:0011:52, 21/12/2020|

Olga Cavaleiro: Palavras com sabor a Portugal – Os Não Alimentos

Quantas dores de barriga, quantos desarranjos de estômago, quantas mortes aconteceram até percebermos o que podíamos comer e o que deveríamos rejeitar. Sim, porque se o exemplo mais óbvio é o dos cogumelos e mantemos, após tantos séculos de “experiências” e de conhecimento, tantas reservas em relação ao que vamos encontrando, facilmente poderemos pensar no mais comum dos alimentos.

Por |2021-01-04T15:02:13+00:0011:20, 21/12/2020|

Tiago Lopes: O culto do achismo 

O momento que atravessamos, nesta indústria em particular, não é único nem será caso isolado. Atesta, uma vez mais, que o fator aleatoriedade está perigosamente oculto no que sempre e desde sempre tomamos como garantido.

Por |2020-12-04T15:50:22+00:0010:28, 26/11/2020|

Armando Fernandes: Tacos de bacalhau e vinhos

Na altura, qual pavão de penas verdadeiras, provava e voltava a provar, na tentativa de ascender à categoria de honesto opinante crítico de vinhos, sobrou o propósito da honestidade, algumas particularidades gustativas, no que tange à sageza crítica aos costumes digo nada.

Por |2020-11-18T16:26:38+00:0012:12, 18/11/2020|

Olga Cavaleiro: Palavras com sabor a Portugal – Guisado

Talvez seja hora de recuperar o guisado, em todo o seu esplendor e dignidade. Ele merece uma ovação e merece deixar de ser considerado a receita provinciana reflexo de um Portugal “pobrezinho, mas honrado” estigmatizado por uma cultura política e social que nos temos esforçado por esquecer.

Por |2020-11-18T16:27:26+00:0011:42, 17/11/2020|

Olga Cavaleiro: Palavras com sabor a Portugal – Açorda

Nascida mesmo à beira dos arrozais, habituada a ter mais um tacho de arroz do que uma açorda, um ensopado ou uma miga sobre a mesa, não sabia do encanto das açordas até as provar e de perceber que é magia o que se faz com pão, um caldo e um bom tempero. Não me esqueço do tempo que os meus amigos alentejanos passaram a tentar explicar-me como a açorda é uma coisa simples e não se confunde com outras receitas.

Por |2020-10-14T15:10:01+01:0021:52, 12/10/2020|

Armando Fernandes: Confrarias. Que futuro?

O momento é mau, análise profunda e ponderada do universo das confrarias impõe-se. Se assim não acontecer ficarão meia dúzia ao modo de animais a preservar em território ou reserva de exposição museológica de um Mundo que nós perdemos!

Por |2020-10-19T10:48:06+01:0021:52, 12/10/2020|

Armando Fernandes: Frugais

Dizem as gazetas, rádios e televisões que na Comunidade Europeia existem cinco países frugais situados na Europa do Norte (da ética protestante) empenhados em combaterem a gula dos países do Sul, os tais das putas e vinho, por cá cumprindo o ditado: putas e vinho verde.

Por |2020-09-04T13:29:08+01:0012:23, 31/08/2020|