O comboio The Presidential vai andar sobre linhas pela última vez em 2020 mas nem tudo são más notícias. Durante o próximo ano, o empresário Gonçalo Castel-Branco vai apresentar um novo comboio, The Vintage Train, e um restaurante pop up numa roda gigante, de nome Food Circus.

A revelação aconteceu na inauguração do The House of Hope & Dreams, o novo espaço de cowork para chefes e artistas (ou uma especie de “creative shelter”, como lhe chamou o seu responsável), naquele que é mais um projeto de Gonçalo Castel-Branco. O empresário aproveitou a oportunidade para anunciar que em 2020 o The Presidential — o comboio de luxo transformado em restaurante por onde, ao longo de dois anos, passaram chefes como Dieter Koschina (Vila Joya, Albufeira), João Rodrigues (Feitoria, Lisboa), Henrique Sá Pessoa (Alma, Lisboa), Ljubomir Stanisic (100 Maneiras, Lisboa) e João Oliveira (Vista, Portimão), só para dar alguns exemplos — vai descansar para outro tomar o seu lugar. The Vintage Train é a nova aposta e, nas palavras de Castel-Branco, será “o primeiro comboio-hotel em Portugal”. Completamente renovado mas com a estética da sua época de construção intacta [1940], servirá menus de degustação e terá ainda carruagens onde será possível albergar até 20 hóspedes. 

E as novidades não ficam por aqui: no primeiro semestre do próximo ano, vai nascer ainda a Lisbon Pop up Food Circus — nada mais nada menos do que um restaurante instalado numa roda gigante, com menus de assinatura de chefes Michelin.

Entre os eventos ainda a acontecer este ano a cargo do empresário português está a já mencionada penúltima edição [entre setembro e outubro] do The Presidential, cujos bilhetes estão “quase esgotados”, com presenças confirmadas de nomes como os de Leandro Carreira, Nuno Mendes (Bairro Alto Hotel, Lisboa), Alexandre Silva (Loco e Fogo, Lisboa) ou Henrique Sá Pessoa. E ainda a segunda edição do Chefs on Fire, um festival de comida e música que acontece a 14 de setembro, em Cascais, onde vão estar os chefes Dave Pynt do Burnt Ends em Singapura, um dos mais conhecidos nomes internacionais a trabalhar com o fogo, e também João Rodrigues, Márcio Baltazar (Ocean, Porches), Alexandre Silva, Carlos Albuquerque Teixeira (Esporão, Reguengos de Monsaraz) e Nuno Castro (Fava Tonka, Leça da Palmeira), entre outros.