Ao longo do mês de agosto — sempre aos domingos — a Fábrica da Musa, em Marvila, Lisboa, vai receber o evento The Future of Food is Female, um projeto de Jenifer Duke, cuja principal missão é dar palco às mulheres da indústria.

“Este evento nasceu não só do meu desejo de organizar um evento em que pudesse reunir todas as mulheres que admiro em Lisboa a trabalhar na gastronomia mas também da própria necessidade, uma vez que as mulheres são facilmente sobrepostas por homens que têm mais visibilidade. O objetivo é colocar mais mulheres de todas as disciplinas culinárias e com diversos níveis de experiência nos holofotes”, começa por explicar Jenifer Duke, proprietária da distribuidora de vinhos e da loja de vinhos Rebel Rebel, a viver em Lisboa desde 2017.

Assim, nos primeiros dois domingos de agosto, dias 2 e 9, as chefes Paulia Loya e Karla Mañe vão transformar a Fábrica Musa numa cantina mexicana, onde não vão faltar os famosos tacos. Segue-se a 16, Yu Lin Humm que servirá pratos vietnamitas; a 23, Lara Espírito Santo que fará petiscos que terão como base o desperdício zero usando produtos subvalorizados; e por último, a 30, a própria Jenifer irá assumir os comandos da cozinha para preparar a sua especialidade, korean street food.

“Para este evento em particular queria focar-me em mulheres que têm os seus próprios projetos. Todas as escolhidas vivem em Portugal mas têm origens muito diversas”, conta Jenifer, que nasceu nos Estados Unidos e é filha de pai norte-americano e mãe japonesa. Entre as convidadas, por exemplo, Yu Lin Humm é das que tem um background mais diversificado: nasceu em Itália e é filha de pai suíço e mãe com origem vietnamita e francesa.

Este é o segundo evento do projeto que a norte-americana chama The Future of Food Is Female (ou apenas Triple F) e que nas palavras da responsável, pretende, no fundo “construir uma comunidade cada vez mais forte”. Apesar de ser feita no feminino, esta é uma iniciativa inclusiva aos que dela queiram fazer parte. “Este projeto espera trazer mulheres de todas as identidades, backgrounds e etnias.”

A iniciativa vai ainda contar com várias fornecedoras e os seus produtos, onde se incluem (além da cerveja Musa, claro) a Fiz Kombucha de Ana Jugen, os produtos fermentados que vão servir de base a alguns pratos de Valentina Amaral e as sobremesas de Juliana Penteado, proprietária da Barü Pastry. No festival, haverá também máscaras orgânicas da autoria de Pippa Wilson.

O evento contará ainda com a música de Baque Mulher, das 17h às 20h, dentro da Fábrica da Musa. Já o takeover por parte das chefes decorrerá das 12h30 às 21h. Parte dos lucros serão doados a uma instituição de caridade direcionada a mulheres.