Mesmo estando de portas fechadas há já uma semana, o Pigmeu, em Lisboa, não desiste de se aproximar dos seus clientes. Com a sua nova mercearia, mantém assim a oferta de produtos não só do restaurante mas, ao mesmo tempo, de vários dos seus fornecedores, num esforço conjunto de fazer face às circunstâncias atuais.

À semelhança de tantos outros espaços, o Pigmeu optou por encerrar temporariamente face ao cenário que se vive e há dias, anunciou a abertura da sua própria mercearia virtual — especialmente criada para que os seus clientes continuem a desfrutar de toda a experiência Pigmeu.

Na nova mercearia irá encontrar diversos produtos, de entre os quais os já conhecidos croquetes e pastéis de massa tenra feitos no restaurante, bem como algumas das suas sobremesas. Para além disso, pode contar ainda com pão artesanal, carne, legumes, frutas, produtos de mercearia e de charcutaria, conservas, ervas aromáticas, vinhos e produtos de higiene ­— todos eles exclusivos dos fornecedores do espaço.

Quanto às entregas, de valor gratuito a partir dos 30€, são feitas às quartas e sábados de casa semana. (Para maiores de 65 anos e profissionais de saúde, as entregas são gratuitas, seja qual for o valor). Se preferir, pode deslocar-se à loja e receber a sua encomenda.

À parte disso, o restaurante segue com as suas encomendas de refeições via take away (via Uber Eats, Glovo e takeaway.com). Arroz de bochecha, bifana de porco preto, pezinhos de coentrada e açorda de alho e coentros são alguns dos pratos do restaurante que pode fazer chegar a sua casa.

Mais informações sobre encomendas aqui.