Taberna do Calhau: o regresso de Leopoldo

2019-07-04 14:52:55 Por: Margarida Goulão

Sem Espinhas: Mateus Freire

Por |10:00, 28/06/2019|

O chefe do Faz Frio, em Lisboa, não consegue acertar qualquer receita de suspiros e agonia-lhe o cheiro a couves. Noutra vida, se não fosse cozinheiro tinha sido professor: “Dizem que tenho jeito para ensinar e essa foi uma área que sempre gostei.”

.

MAIS RECENTES

Taberna do Calhau: o regresso de Leopoldo

Por |14:52, 04/07/2019|

Há oito anos trocou a calmaria do Alentejo por Lisboa. Deixou a arquitetura, abraçou a cozinha e deu-se a conhecer n’A Sociedade, na Parede. Depois, entrou em cena na capital, no Café Garrett, em pleno Teatro D. Maria II. Já com um público fiel, virou taberneiro contemporâneo: a Taberna do Calhau, na Mouraria, acaba de abrir portas.

Sem Espinhas: Mateus Freire

Por |10:00, 28/06/2019|

O chefe do Faz Frio, em Lisboa, não consegue acertar qualquer receita de suspiros e agonia-lhe o cheiro a couves. Noutra vida, se não fosse cozinheiro tinha sido professor: “Dizem que tenho jeito para ensinar e essa foi uma área que sempre gostei.”

The World’s 50 Best Restaurants. Mirazur é o melhor restaurante do mundo. Belcanto sobe à 42ª posição

Por |16:17, 25/06/2019|

Acaba de ser divulgada a lista anual The World’s 50 Best Restaurants e o Mirazur, em França, é o novo melhor restaurante do mundo. O chefe Mauro Colagreco é agora o novo líder de um dos rankings mais ilustres da gastronomia mundial. José Avillez também tem razões para sorrir: o restaurante Belcanto entra pela primeira vez no top 50 dos restaurantes mundiais, ocupando a 42ª posição.

José Sousa Botelho, um chefe-embaixador português em Osaka

Por |18:32, 14/06/2019|

Em criança, os longos almoços em família aborreciam-no. Nessa altura, José Sousa Botelho combatia o tédio a desenhar. Chegou a estudar arquitetura mas acabou cozinheiro em Osaka, no Japão. Trabalhou dois anos debaixo da alçada de um mestre japonês, até obter a bênção para abrir o seu restaurante de comida portuguesa. Chamou-lhe Lisboa, cidade a que regressa agora, temporariamente, para um jantar a quatro mãos com o Artur Gomes.

César Costa: “Muitos dos que falam que a sustentabilidade é cara, falam sem saber”

Por |14:40, 11/06/2019|

César Costa tem 28 anos e é chefe e proprietário do Corrutela, em São Paulo no Brasil: um restaurante onde o chocolate é produzido de raiz, a energia vem de painéis solares e a loiça é lavada numa máquina que poupa litros de água. O ETASTE falou com o brasileiro que afirma que a sustentabilidade não só é perfeitamente possível, como mais económica.

The World’s 50 Best Restaurants. Mirazur é o melhor restaurante do mundo. Belcanto sobe à 42ª posição

Por |16:17, 25/06/2019|

Acaba de ser divulgada a lista anual The World’s 50 Best Restaurants e o Mirazur, em França, é o novo melhor restaurante do mundo. O chefe Mauro Colagreco é agora o novo líder de um dos rankings mais ilustres da gastronomia mundial. José Avillez também tem razões para sorrir: o restaurante Belcanto entra pela primeira vez no top 50 dos restaurantes mundiais, ocupando a 42ª posição.

A Cadeira Vazia

Por |15:44, 23/05/2019|

Reformou-se ­Robert M. Parker Jr., o mais influente crítico de vinhos da história. E agora?

  • Artur Gomes passou os últimos meses a trabalhar com David Zilber nos fermentados do restaurante. Foto: Evan Sung/ The Noma Guide to Fermentation

Artur Gomes: As últimas experiências e o adeus ao Noma

10:00, 10/12/2018|

Cinco meses depois, Artur Gomes despede-se de uma intensa experiência em Copenhaga. Um entusiasmante último teste no laboratório de fermentação e um derradeiro jantar na casa de René Redzepi marcaram o adeus definitivo do cozinheiro português ao Noma.

  • David Zilber, o responsável pelo laboratório de fermentação do Noma e o chefe René Redzepi. Foto: Evan Sung/Noma

Artur Gomes: o mundo da fermentação e a caça

09:58, 29/10/2018|

O jovem cozinheiro português fala dos primeiros tempos no laboratório de fermentação do restaurante de René Redzepi, dos preparativos da equipa para o livro ‘The Noma Guide to Fermentation’ e do início da época de caça.

  • Epur é o primeiro projeto a solo de Vicent Farges na capital portuguesa. Foto: DR

Epur

16:11, 28/11/2018|

O crítico Luis Antunes celebra o regresso de Vincent Farges a território nacional. Uma celebração esfuziante, sustentada em duas refeições — um almoço e um jantar — com momentos memoráveis.

MAIS RECENTES