Sem Espinhas: José Lopes

José Lopes, com 30 anos, podia ter sido piloto de Fórmula 1 mas a cozinha roubou-lhe o coração. O chefe do Clube Lisboeta, em Lisboa, confessa não gostar de salmão mas adorar a combinação improvável que o prato de polvo e carré de cordeiro oferece.

Por |2020-01-21T16:31:24+00:0011:28, 05/01/2020|

Sem Espinhas: João Baião

João Baião, 30 anos, não dispensa o sal dos seus cozinhados e, talvez por isso, não é comum vê-lo na secção da pastelaria de um restaurante. O responsável de cozinha do pop up ONA, este verão, na Caparica, afirma ainda que não se importaria nada de ser proprietário do Ramiro, em Lisboa.

Por |2020-01-21T16:31:46+00:0009:00, 26/12/2019|

Sem Espinhas: Angélica Salvador

Angélica Salvador, chefe do IN Diferente, no Porto, dispensa caracóis e caracoletas e nunca acerta com a receita de macarons. Noutra vida, se não fosse cozinheira, tinha sido professora de educação.

Por |2020-01-21T16:31:37+00:0010:51, 01/10/2019|

Sem Espinhas: Michelle Marques

A chefe da Mercearia Gadanha, em Estremoz, não vai à bola com cartilagens mas até gostou de umas rãs gigantes grelhadas que provou numa viagem a Laos. Se fosse para uma ilha deserta, café seria o ingrediente que não lhe poderia mesmo faltar.

Por |2020-01-21T16:32:00+00:0010:07, 03/09/2019|

Sem Espinhas: Mateus Freire

O chefe do Faz Frio, em Lisboa, não consegue acertar qualquer receita de suspiros e agonia-lhe o cheiro a couves. Noutra vida, se não fosse cozinheiro tinha sido professor: “Dizem que tenho jeito para ensinar e essa foi uma área que sempre gostei.”

Por |2020-01-21T16:32:10+00:0010:00, 28/06/2019|

Sem Espinhas: Nuno Castro

Nuno Castro, chefe responsável pela cozinha do Fava Tonka e da Esquina do Avesso, em Leça da Palmeira, diz que o bodyboard lhe traz inspiração. E se por um lado as tortas de laranja não são o seu forte, por outro os ovos são o seu produto de eleição.

Por |2020-01-21T16:32:40+00:0011:15, 27/05/2019|

Sem Espinhas: Lucas Azevedo

O chefe brasileiro Lucas Azevedo, do restaurante Izakaya Tokkuri, em Lisboa, não aprecia cominhos, já trocou o sal pelo açúcar e a pastelaria é uma ciência que considera um mistério.

Por |2020-01-21T16:32:30+00:0011:15, 23/04/2019|

Sem Espinhas: Carlos Albuquerque

Carlos Albuquerque, chefe do restaurante Herdade do Esporão em Reguengos de Monsaraz não vive sem cebola e adora o cheiro de um bom refogado.

Por |2020-01-21T16:33:58+00:0011:00, 18/03/2019|

Sem Espinhas: Pedro Braga

Desviou-se do caminho da cozinha mas foi nela que, anos mais tarde, encontrou o conforto que precisava. O chefe do Mito, no Porto, não é de esquisitices mas confessa que dispensaria comer insetos. Já se lhe derem pão, o caso muda de figura.

Por |2020-01-21T16:33:42+00:0010:48, 22/01/2019|