#resistir Armando Fernandes: Como na Fuzeta

Na última vez que estive na Fuzeta a maré estava baixa, ensaiei uns passos nos rochedos escorregadios dada a presença de limos, nas concavidades das rochas nadavam satisfeitos pequeninos peixes.

Por |2020-05-22T15:08:40+01:0015:08, 22/05/2020|

#resistir Armando Fernandes: Cautela!

Ora, a pandemia exige-nos cautela redobrada em todas as andanças mesmo as do Demónio tal como as contidas nos dois volumes de Jorge de Sena que num País culto seriam lidas nas Escolas e Bibliotecas em virtude da qualidade da escrita e notável engenho no conteúdo.

Por |2020-05-12T13:43:54+01:0015:14, 11/05/2020|

#resistir Teresa Barros: Tempo para parar

Ao entrar em 2020, o sentimento era um de segurança. Continuávamos acelerados, confiantes no sucesso que estava para vir (tudo assim o indicava). doçaria industrial e a derrota das doçarias de cunho local, regional, conventual e monacal?

Por |2020-05-09T16:45:00+01:0015:31, 07/05/2020|

#resistir Armando Fernandes: As confrarias

Ora, as confrarias (collegias) têm sido estudadas seria e rigorosamente por vários académicos e investigadores dos quais destaco o eminente historiador Paul Véine do Colégio de França. doçaria industrial e a derrota das doçarias de cunho local, regional, conventual e monacal?

Por |2020-05-06T14:27:19+01:0012:21, 05/05/2020|

Ângela Leal: Um prato em casa

De repente, um inimigo minúsculo e invisível entrou pela porta da frente dos nossos restaurantes e afastou todos os que aqui eram felizes. Estamos perante um novo desafio, não só para a restauração, mas para toda a sua cadeia de valor.

Por |2020-05-04T15:27:37+01:0012:56, 30/04/2020|

#resistir Nuno Diniz: O chão

Apesar da vontade de poder estar com os meus cozinheiros no Revolução, e da recordação do prazer oferecido pelas guitarras e teclados que ficaram em Lisboa, tenho, aqui para estes lados onde a noite é apenas eventualmente iluminada pela lua e pelas estrelas e, de quando em vez, embalada por sons que raramente identifico, tenho aqui, dizia, momentos inesperados, excitação, novidade e cultura que chegam para me manter interessado, durante pelo menos mais sessenta anos.

Por |2020-05-04T10:52:42+01:0015:53, 27/04/2020|

#resistir Armando Fernandes: Comeres que Abril abriu

Estão por estudar as alteridades culinárias e gastronómicas surgidas e introduzidas nos hábitos alimentares dos portugueses em consequência da instauração da democracia em Portugal no dia 25 de Abril de 1974. doçaria industrial e a derrota das doçarias de cunho local, regional, conventual e monacal?

Por |2020-05-05T12:20:09+01:0012:15, 25/04/2020|

#resistir Armando Fernandes: Comida Rápida

Estaremos (acho que estamos) a caminhar para a uniformização do gosto, o triunfo do fácil, do envernizamento das insuficiências, o luzimento do «gato por lebre», da banalidade do cachorro quente, da sandocha aviltante da sanduíche, do suculento bife a favor do hambúrguer, da vitória total da doçaria industrial e a derrota das doçarias de cunho local, regional, conventual e monacal?

Por |2020-05-04T10:51:49+01:0014:55, 21/04/2020|

#resistir Bruno Azevedo: Lutar, fugir ou ficar parado

Como líderes e donos de negócio, somos chamados a tomar decisões. A crise gerada pelo COVID-19 é um inimigo amorfo que requere uma avaliação pessoal da forma como fazemos tudo. Eu acredito que a partir de agora um dos princípios que irá ser a base da nossa atuação será algo dentro da ideia de que “Todo o nosso modelo de gestão está aberto a mudanças”.

Por |2020-04-25T19:25:41+01:0016:05, 20/04/2020|