Com a estreia do primeiro episódio marcada para o dia de hoje, 16 de dezembro, Ponte Puente é um projeto em formato videocast da responsabilidade de Paulo Amado, diretor do Etaste e das Edições do Gosto e Susana Nieto, fundadora da New Gestion Food — empresas ligadas ao setor da gastronomia de Portugal e Espanha — que convida chefes, produtores e sommeliers portugueses e espanhóis a conversarem através de uma plataforma digital sobre temas da atualidade e outros.

Criar uma ponte de ligação entre Portugal e Espanha foi a ideia inicial de Paulo Amado e Susana Nieto, ambos com uma longa experiência profissional no setor da gastronomia em Portugal e Espanha, respetivamente, e proprietários de empresas ligadas ao setor. A ideia do Ponte Puente — assim se chama o projeto conjunto — é convidar profissionais da área da gastronomia dos países ibéricos a explorar em conjunto a riqueza e diversidade desse território. Identidade, território, cultura, as estações e o mar serão apenas alguns dos temas abordados nessas conversas.

Em formato de videocast, através do Youtube, Amado e Nieto conduzem um conjunto de dez entrevistas, com aproximadamente 40 minutos de duração cada. Cada uma delas contará com a presença de profissionais do setor dos dois países entre chefes, produtores, sommeliers, etc. Com publicação quinzenal, às quartas-feiras, já tem confirmados os seguintes intervenientes: Alexandre Silva (Chefe Restaurante Loco) e Enrique Valentí (Chefe Restaurante Marea Alta) — os protagonistas do primeiro episódio que pode ver aqui a partir das 15h —, João Rodrigues (Chefe Restaurante Feitoria) e Aitor Arregi (Chefe Restaurante Elkano), André Figuinha (Maître Restaurante Feitoria) e Abel Valverde (Maître Restaurante Santceloni), e ainda José Júlio Vintém (Chefe Restaurante Tombalobos) e Juanjo López (Chefe Restaurante La Tasquita de Enfrente), entre outros a anunciar.

“O projeto pretende mostrar ao mundo que a gastronomia ibérica está cada vez mais segura de si, que respeita as suas origens e que desbrava com determinação o seu futuro”, explica Susana Nieto, ao que Paulo Amado acrescenta: “Estamos unidos pelo território, pela história, e partilhamos uma tradição gastronómica notável que homenageia o produto. Está na hora de construir pontes para uma maior partilha e conhecimento mútuo”.

Mais informação sobre o projeto pode ser consultada aqui.