O que é uma competição? Há quase três décadas que o concurso Chefe Cozinheiro do Ano questiona sobre algo que, à primeira vista, parece ser de fácil resposta. É cliché dizer que o que conta é participar e que há que saber perder. Ou ganhar. Mas um concurso é muito mais do que isso. Edição após edição, há primeiras e últimas vezes. Há quem vai e não volta. Mas também quem vai e fica, mais que não seja na memória de alguém. Ou na sua. O olhar de quem está lá dentro, no anseio por um lugar no pódio, muda a cada passo. Muitos são experientes, outros mais jovens. É dar-lhes tempo. E, sobretudo, há aquele olhar do outro sobre nós. Algo inevitável e que faz parte da vida. Depois é uma escolha adequar a sua perspetiva ou, simplesmente, não mudar. Porque, afinal, talvez seja esse o real significado de competir.