“Agora é a altura certa”, foi assim que André Silva descreveu a sua nova aventura no projeto Porta, que inaugurará no decorrer do mês de maio. Após sete anos, dois dos quais como chefe executivo, de dedicação ao Largo do Paço, na Casa da Calçada, chegou o momento de fechar o capítulo e arriscar-se no seu próprio espaço.

O início de um novo ciclo tem origem no restaurante Porta, em Bragança, onde André pretende dar continuidade à linha e trabalho feito até então. Em 2009, aceitou o convite de Vítor Matos para fazer parte da equipa em Amarante, agora, estreia-se como chefe proprietário onde afirma saber o que quer e “como desenvolvê-lo”.

O espaço, de 40 lugares, tem um menu de degustação ao jantar, serviço à carta e um menu executivo de almoço. Influências portuguesas, internacionais e “surpresas em vários quadrantes” são as apostas do chefe, assim como, os seus pratos emblemáticos. Apesar da responsabilidade, “porque há salários e despesas para pagar”, André está confiante neste desafio que abraça com praticamente a mesma equipa da Casa da Calçada.

Contactos:

Largo de São João, Bragança
Encerrado ao domingo e segunda-feira.