A Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) em conjunto com a Faculdade de Arquitetura, da Universidade de Lisboa organizam a primeira ‘Conferência Internacional de Design de Alimentos e Estudos Alimentares: Experiencing Food, Designing Dialogues’ que acontece já nos próximos dias 19, 20 e 21 de outubro.

Com o crescente interesse em assuntos relacionados com a área da gastronomia esta é uma oportunidade de escutar o que se tem vindo a fazer lá fora. Mais ainda, pela voz dos especialistas e investigadores do setor, que provam que a ciência coexiste em simbiose com a gastronomia. Investigadores, professores, chefes de cozinha, químicos entre outros especialistas da área irão subir ao palco para partilhar ideias e experiências.

O autor do aclamado livro Gastrophysics, Charles Spence, do departamento de Psicologia Experimental da Universidade de Oxford e responsável pelo Crossmodal Research Lab, irá falar no primeiro dia do evento, pelas 14.45h. Logo a seguir, Héloise Vilaseca, formada em engenharia química alimentar vem de Espanha para uma sessão onde falará sobre transformação dos alimentos. Héloise trabalhou na Universidade de Harvard e, neste momento, é responsável pelo La Masia, o departamento de pesquisa e investigação do restaurante El Celler de Can Roca, em Girona. Ainda neste dia, Cláudia Viegas, nutricionista e docente na ESHTE, irá moderar o debate que tem início pelas 16h onde participarão nomes como Paulina Mata, Ricardo Bonacho e Patrícia Gabriel.

Sonia Massari ganhou, em 2012, o prémio internacional ‘Le Tecnovisionaries Women Innovation’ que distingue profissionais que combinam criatividade e inovação na área alimentar. Doutorada em Sistemas Alimentares e Design de Interação, pela Universidade de Florença, é atualmente coordenadora da Adi Index Food Design e faz parte do conselho científico da Conferência Internacional de Estudos Alimentares, em Roma. Irá abrir a sessão de 20 de outubro pelas 9h da manhã ao lado de Martin Hablesreiter e Sonja Stummerer, do projeto Honey & Bunny. Na parte da tarde, Alison J. Clarke, professora de História de Design, na Universidade de Artes Aplicadas, em Viena e diretora fundadora da Fundação Papanek, iniciará a sessão com ‘Uma antropologia de design de alimentos retros’. O chefe Pedro Pena Bastos junta-se a Alison com o tema ‘Tempo da Terra e comida de amanhã’.

No sábado, decorrerá ainda, na parte da manhã, o wokshop ‘Design Sustainable Diets Systems’ coordenado por Sonia Massari e Iryna Karaush. O dia terminará com um jantar da autoria de Fábio Abreu, André Gerardo e Rui Mota, alunos do mestrado em Inovação em Artes Culinárias, da ESTHE. O livro The Bloody Chamber, da escritora Angela Carter é a inspiração para os pratos que compõem o menu e, por isso, à base de sangue animal.

Para ver o programa completo do evento, bem como, todos os oradores e informações práticas clique aqui.