Inicialmente programada para se realizar em março, a segunda edição da Porto Food Week acabou por ser adiada devido à pandemia da Covid-19. O regresso acontece agora, de 12 e 20 de junho, numa versão safe edition, com a possibilidade de provar menus de mais de 20 chefes da cidade em formato take away ou delivery. À parte disso, são vários os eventos, como conversas ou demonstrações de cozinha, que vão decorrer online, nas redes sociais da iniciativa.

Numa edição que privilegia a segurança, as redes sociais e a possibilidade de provar menus de chefes em formato take away ou delivery, a Porto Food Week (PFW) apresenta-se, tal como é habitual, com rotas de restaurantes, perto de 15 almoços e jantares inéditos, duas conversas gastronómicas e ainda seis demonstrações de cozinha, pastelaria e bar online — que serão emitidas ao vivo, através da conta de Instagram do evento. Ao todo, são mais de 16 restaurantes participantes e 20 chefes envolvidos, incluindo Vasco Coelho Santos (Euskalduna e Semea by Euskalduna), Nuno Castro (Fava Tonka, Esquina do Avesso e Terminal 4450), João Cura (Almeja), Rui Martins (O Paparico e Cervejarias Brasão), Tiago Bonito (Largo do Paço), Pedro Braga (Mito), Joana Duarte (Tapisco) e Tânia Durão (Atrevo).

Mas vamos por partes:

As rotas

Tal como aconteceu na primeira edição, as rotas são uma excelente oportunidade para conhecer tudo o que há de novo na cidade, bem como redescobrir restaurantes tradicionais. No total existirão quatro rotas: uma dedicada aos novos restaurantes da cidade, outra à cerveja e mais duas exclusivas a pratos de arroz e também grelhados. Mais informação sobre os espaços aderentes aqui.

Almoços e jantares

No total, são oito as iniciativas, divididas entre almoços e jantares, que acontecem durante estes nove dias de Porto Food Week. De todos eles, apenas o jantar de dia 16 de junho, no Semea by Euskalduna, se vai realizar de forma presencial, isto é, sem possibilidade de levar para casa a comida. Ou seja, à parte desta exceção, será possível usufruir dos restantes restaurantes em formato take away, delivery ou, se assim desejar, no próprio espaço, através de marcação prévia.

No primeiro dia da Food Week, a 12 de junho, a francesinha, um dos muitos símbolos gastronómicos da Invicta, é a protagonista com um jantar totalmente a si dedicada nas cervejarias Brasão Coliseu, Foz e Aliados e no Terminal 4450, em Leça da Palmeira. Só para lhe dar uma ideia, nos três espaços da Cervejaria Brasão, o menu inclui rissol de carne, cogumelos e trufa, francesinha com ovo e batata ou francesinha de vegetais com batata, mousse de chocolate Diogo Vaz e avelã ou natas do céu e ainda uma bebida. (Reservas através de reservas@brasao.pt e info@terminal4450.pt).

Também nesse dia, e até a 14 de junho, o restaurante Terminal 4450 terá disponíveis várias versões da rabanada, iguaria geralmente associada ao norte do país, interpretadas por vários chefes do Porto e também membros da Confraria da Rabanada. Rabanada, trufa e gelado de queijo da Serra de Arnaldo Azevedo (Vila Foz), rabanada, creme de laranja e açafrão de João Faria (Presidente da Confraria da Rabanada) e rabanada, nectarinas, manjericão e gelado de iogurte de Nuno Castro (chefe anfitrião) são apenas algumas das iguarias a provar. (Reservas através de 919 851 933.)

As festividades prosseguem com os jantares #novoporto que ocorrem em três dos mais recentes espaços portuenses, dia 13 de junho. Atrevo, Almeja e Apego apresentam um menu individual de celebração à gastronomia da cidade. Costelinha curada com funcho, morango e mole, gravlax de bonito com beterraba e “SandePavé”, caranguejo, sriracha e endro são alguns dos pratos a provar. (Reservas através de Atrevo [96 822 6456 ou restauranteatrevo@gmail.com]; Almeja [222 038 120 geral@almejaporto.com] e Apego [937 172 342]).

A 14, os míticos restaurantes Adega São Nicolau e Líder homenageiam as tripas à Moda do Porto em dois almoços. (Reservas através de Adega São Nicolau [225 008 232] e Líder [225 027 002 ou 919 873 191]).

A 16 de junho, acontece o único jantar da iniciativa exclusivamente presencial, no Semea by Euskalduna com Vasco Coelho Santos e João Magalhães como anfitriões e também Tânia Durão e Pedro Moura Bessa (Panda). Os chefes vão preparar um menu surpresa tendo como tema base o mar, com especial foco nos moluscos e bivalves. (Reservas através de 938 566 766).

No dia seguinte, a 17 junho, segue-se um jantar a quatro-mãos com Nuno Castro e Pedro Braga, no restaurante vegetariano Fava Tonka. (Reservas através de 915 343 494). A 18 de junho decorre a iniciativa GRL PWR, no Cruel, com a anfitriã Marta Almendra e também Joana Duarte, Margarida Rego e Inês Portal. Segundo a organização, o menu é composto por fragmentos de memórias de vida de Duarte e Rego sobre episódios que contribuíram para a identidade das mulheres e chefes que são hoje. (Reservas através de 924 400 259).

Já a 19 é dia de petiscar, na iniciativa Selecção 1927 & Petiscos, com iguarias dos restaurantes Bacalhau, Mito e Oficina. (Reservas através de Bacalhau: 960 378 883; Mito: 22 208 1059; Oficina: 936 712 384).

No derradeiro dia da Food Week acontece um almoço e um jantar da Ordem da Cabidela, no In Diferente, com a chefe Angélica Salvador. O menu é composto por croquetes de trufa, frango e ovo e arroz de galinhada. Quem optar por comer no restaurante terá direito a sobremesa, uma rabanada de pêra com vinho. (Reservas através de 911 033 315 e ou indiferentereservas@gmail.com).

Conversas gastronómicas

Porque parte inerente da arte de bem comer é a arte de bem pensar sobre a comida que comemos, vão acontecer duas conversas gastronómicas com diferentes e atuais temáticas A primeira realiza-se dia 15, é sobre crítica gastronómica e tem como protagonistas Paulo Amado (diretor da INTER Magazine e fundador da Porto Food Week), João Oliveira (Flavor & Senses), Rui Martins, José Augusto Moreira (Jornal Público) e Rafael Tonon (food writer). A segunda ocorre no dia a seguir, a 16, e vai juntar Marta Almendra, João Pupo Lameiras (RO e Bacallhau), Nuno Castro, Pedro Braga, Pedro Mendonça e Marta Fraga (Beer Sommelier) para falar de Neuro Food Talk — isto é, o impacto que aquilo que consumimos tem sobre as nossas emoções e aquele que o nosso próprio cérebro tem na forma como processa a nossa alimentação.

Demonstrações de cozinha, intervenções artísticas e um dj live set

O ano passado, o fórum Pensar Cozinha, inserido no evento, reuniu vários profissionais de norte a sul do país para demonstrações, conversas e debates gastronómicos. Este ano, a Porto Food Week, como forma de se adaptar à realidade destes novos tempos, apresenta um programa totalmente virtual com música ao vivo, intervenções artísticas, demonstrações de cozinha, pastelaria e bar e ainda um dj live set.

Entre 12 e 14 de junho às 18h30, Nuno Castro, Arnaldo Azevedo e Tiago Bonito apresentam as suas versões da rabanada, relevando o passo a passo destas iguarias. A 15 de junho, às 22h, Destroy Trash, o artista português responsável pela imagem da PFW, faz a sua homenagem ao Dragão. No dia seguinte, a 17, às 22h, o evento transmite um concerto ao vivo da banda Vila Navio, em direto do Hard Rock Café Porto. A 18 de junho, às 19h30, acontece a demonstração de pastelaria de Leonor de Sousa Bastos, autora do blogue Flagrante Delícia. Já a 19, às 19h30, o bartender português Pedro Paulo, radicado em Londres, faz uma homenagem ao vinho do Porto com um cocktail inédito. Por fim, dia 20, Tiago Lessa, fotógrafo e gastrónomo, fará um dj set com rabanadas pelo meio e mais não dizemos.

Todas as informações sobre a segunda edição da Porto Food Week (com moradas, horários, preços e outros detalhes) aqui.