O restaurante homónimo do chefe indiano, Gaggan Anand, voltou a conquistar pela terceira vez consecutiva, o primeiro lugar da lista dos Asia’s 50 Best Restaurants 2017.

Os restaurantes André (chefe André Chiang), em Singapura e Amber (chefe Richard Ekkebus), em Hong Kong ficaram na segunda e terceira posição, respetivamente. Burnt Ends, Florilege, Les Amis, Bo Lan, Ta Vie e Tippling Club são apenas alguns dos espaços que marcam presença na restante lista.

Destaque ainda para os galardões especiais Lifetime Achievement, Asia’s Best Female Chef e Asia’s One to Watch que foram entregues a Humberto Bombana, May Chow e TocToc Restaurant, respetivamente.

Gaggan começou por estudar cozinha em Trivandrum, na Índia. O seu primeiro emprego foi no grupo de hotéis Taj Group. Em 2007, aos 27 anos, muda-se para Banguecoque onde passa por vários restaurantes da cidade, incluindo o Red, especializado em comida contemporânea indiana. Pouco depois, tem a oportunidade de estagiar com Ferran Adrià, no elBulli, em Espanha. No final de 2010, decide abrir o seu próprio restaurante. Em apenas dois anos, Gaggan, que pratica uma “cozinha indiana progressiva”, já estava entre os dez melhores restaurantes da Ásia. Atualmente, figura no 23º lugar na lista dos The World’s 50 Best Restaurants.