Dois eventos, múltiplos jantares de chefe

O final do ano aproxima-se a passos largos mas até lá ainda acontecem dois eventos gastronómicos (que já não são novos) que vão juntar vários chefes portugueses e estrangeiros para uma série de jantares a quatro mãos. Siga a lista.

Vai Dar Porcaria – Pigmeu (25 de novembro; 2 e 7 de dezembro)

 

Pigmeu. Foto: DR

O porco é o produto base do que se serve à mesa do Pigmeu, em Campo de Ourique. O restaurante, idealizado por Miguel Peres, comemorou o seu terceiro aniversário no início de 2018, ao convidar uma série de chefes para jantares inéditos. Agora, volta a repetir o feito para quem perdeu essas celebrações, ainda dentro do espírito Lisbon Food Week — que aconteceu durante o mês de outubro. Ao longo de novembro e dezembro, sob o mote ‘Vai Dar Porcaria’, acontecem quatro jantares que têm como tema mãe a Ecogastronomia e a forma como “o que cozinhamos e comemos  pode afetar o planeta”, explica o responsável.

Depois de um primeiro evento, liderado por Vasco Coelho Santos (Euskalduna, Porto) e Carlos Teixeira (Esporão, Reguengos de Monsaraz) com foco na agricultura sustentável, no último domingo [18], acontece já no próximo fim de semana, o segundo jantar da iniciativa. Dia 25, Diogo Noronha (Pesca, Lisboa) e Vítor Adão (Quinta do Arneiro, Mafra) vão apresentar criações livres de qualquer carne — o intuito é mesmo alertar para o consumo excessivo dessa proteína.

Em dezembro, a 2, é a vez do casal Michelle Marques e Ruben Trindade (Mercearia Gadanha, Estremoz) juntar-se a Filipe Ramalho (Basilii, Monforte) para dar a conhecer a sua cozinha, com base forte em produtos locais e sazonais. Por último, a 9, Manuel Liebaut (Loco, Lisboa) vai unir-se a André Lança Cordeiro (Essencial, a abrir brevemente em Lisboa) para apresentar opções que tenham em conta o desperdício alimentar — um dos grandes temas dos congressos nacionais e internacionais de cozinha nos últimos anos.

Todos os jantares têm início às 19h e prolongam-se noite fora. O bilhete que garante entrada neste evento tem um custo de 55€ (com bebidas incluídas). Para reservas e mais informações basta consultar o site oficial do restaurante.

Young Chefs With Guts – Sangue na Guelra (20 e 26 de novembro)

 

Prado. Foto: Humberto Mouco

A iniciativa Sangue na Guelra está de volta para a 6ª edição do Young Chefs With Nuts, cujo principal objetivo é trazer para primeiro plano alguns “dos mais talentosos jovens cozinheiros portugueses”, explica a organização. Serão dois deles, Carlos Gonçalves e António Galapito, os anfitriões dos próximos jantares do evento, a acontecer dias 20 e 26, em Lisboa, nos restaurantes Erva (Corinthia Hotel) e Prado, respetivamente.

Na primeira noite, o chefe do Erva vai cozinhar com Daniel Costa (Alma, Lisboa), Luke Kolpin (Noma, Dinamarca), Artur Gomes (Noma Lab, Dinamarca) e ainda Filipe Manhita (Fortaleza do Guincho, Cascais). Já na segunda noite, o chefe do Prado recebe Francisco Cardena (Kadeau, Dinamarca), o português Raphael Calisto (Chambre Séparée, Bélgica) e parte da equipa do Loco, em Lisboa, constituída por Manuel Liebaut, Ricardo Leite e Carolina Pereira.

Sobre os jantares — já esgotados — apenas se sabe que em cada uma das noites vai figurar um menu composto por pão e manteiga da padaria Isco e queijo da Manteigaria Silva, a que se juntam mais 4 snacks, 4 pratos principais e umas tantas sobremesas. Antes disso, haverá um cocktail de boas-vindas, preparado pelo barman Fernão Gonçalves (Pesca, Lisboa). Os vinhos serão da responsabilidade da Quintas dos Carvalhais (20 novembro) e do Esporão (26 novembro).

Os jantares, com início às 20h, têm um custo de 80€ por pessoa (com bebidas incluídas). Mais informação aqui.

Por |2018-11-22T20:38:56+00:0014:21, 19/11/2018|

Partilhar com um amigo