Alexandre Silva, chefe do Michelin Loco e do Fogo, em Lisboa, será o responsável pelo novo restaurante do Craveiral Farmhouse, um turismo rural em Odemira, Alentejo. O novo espaço, de nome Craveiral Farmtable, terá o conceito “da horta para a mesa” associado a que se junta uma “cozinha simples, sazonal, local e criativa”.

A ideia desta parceria surgiu o ano passado quando Alexandre Silva teve no Craveiral Farmhouse um pop up do seu novo restaurante Fogo, aberto em dezembro de 2019, em Lisboa. Craveiral Farmtable, a abrir no início de junto, contará com mesas ao ar livre “em plena comunhão com a natureza” e pretende “marcar a diferença na gastronomia nacional e ser uma referência a nível internacional de cozinha simples, de produto, local e sem grandes artefactos, e das melhores práticas do conceito farm to table”, revela o comunicado oficial.

“Toda a gente fala de sazonalidade e sustentabilidade, mas depois não colocam estes conceitos em prática. Os restaurantes devem preocupar-se em ser verdadeiros e é essa verdade que procuro aqui”, afirma Alexandre Silva. Por isso mesmo, vão ser implementadas práticas de desperdício zero, reutilizando todo o lixo orgânico da restauração em compostagem e alimentação de animais.

A carta pretende “evocar memórias do receituário tradicional, vivendo do sabor do que produz a terra e dos ciclos de produção, dando destaque à cozinha de fogo”.

Craveiral FarmTable, localizado a 15 minutos das praias da Zambujeira do Mar e do Carvalhal, no Sudoeste Alentejano, nasceu em 2018 e conta com 38 casas. O projeto pertence a Pedro Franca Pinto, um advogado de profissão que sempre quis ser agricultor e que por isso mesmo conta com um projeto agrícola inserido no terreno com uma horta de produção biológica e um pomar de 7.000 metros quadrados. No restaurante, cerca de 70% dos ingredientes virá diretamente da horta e do pomar do Craveiral Farmhouse e os restantes 30% de produtores da região de Odemira. Num futuro próximo, está prevista a construção de uma estufa que permita a produção durante o inverno, bem como, um jardim de aromáticas e de flores comestíveis. E ainda a criação de galinhas, patos, gansos e coelhos.

Outra novidade é que quem estiver alojado no Craveiral Farmhouse pode contar com receitas da autoria do chefe e que poderá colocar em prática nas cozinhas das respetivas casas, com os mesmos ingredientes utilizados no restaurante.