Numa iniciativa liderada por Ljubomir Stanisic, do Grupo 100 Maneiras, em Lisboa, vários chefes e outros intervenientes no setor gastronómico luso juntaram-se hoje para uma campanha online onde pediram ao Governo a isenção da Taxa Social Única (TSU) — uma taxa paga pelas entidades empregadoras à Segurança Social pelos seus trabalhadores — até ao final deste ano e descida do IVA [nos serviços de alimentação e bebidas] de 13% para 6% até fins de 2021.

Chefes como Alexandre Silva (Loco e Fogo, Lisboa), José Avillez (Grupo José Avilez), António Galapito (Prado, Lisboa), Ricardo Dias Ferreira (Elemento, Porto), Pedro Bandeira Abril (Chapitô à Mesa, Lisboa) e os restauradores Vasco Mourão (Grupo Cafeína), Cristovão Sousa (Ode Porto Wine House e Taberna Está-se bem, Porto) e Miguel Júdice ( Eleven, Naked, Filosofia e Geographia, Lisboa) foram alguns dos vários que partilham um post com as propostas sugeridas por Stanisic de nome “PRECISAMOS DE AJUDA”.

O próprio Ljubomir partilhou uma imagem sua de protesto onde escreveu: “Somos 240.000 pessoas a viver da restauração a Portugal. Queremos voltar a receber, Pessoas, direitos e deveres. Dar e receber. Está na hora de receber. Porque nós daremos tudo a qualquer hora. Por favor”. Num outro post, Avillez reforçou o dito pelo colega afirmando: “Somos cozinheiros. Somos restauradores. Somos o sorriso e sabor de Portugal. Queremos continuar a trabalhar no duro, sem medo de investir na nossa cidade, no nosso país. Mas agora, PRECISAMOS DE AJUDA.”