Retirando frases feitas ao mundo do futebol e aplicando-as na gastronomia, pode dizer-se que “um clássico é um clássico”, seja em que parte do mundo for. Em Nova Iorque, um desses clássicos é uma ilha que existe na ilha de Manhattan e que se chama Balthazar. Não se pode dizer que seja um restaurante que privilegie a comida francesa, mas sim afirmar-se que é um restaurante Francês na cidade mais cosmopolita do mundo. E com grande sucesso!

O Balthazar é uma brasserie, um local com um ambiente “bistro chic”, informal e muito elegante que nos remete imediatamente para as grandes avenidas de Paris depois de um espetáculo de ópera. Ao passar a porta há um frenesi provocado por uma viagem espacial que liga Nova Iorque a Paris num ápice. A decoração, os empregados, o serviço, os menus, o bar à direita e os grandes espelhos rústicos que cobrem as paredes da esquerda, as mesas pequeninas que se agrupam em divisões de paredes baixas com corrimões e bancos corridos em pele. Não falta nada.

Depois, a comida, organizada pelos infindáveis menus das brasseries, de uma página e estilo vintage, com muito por onde escolher. O jogo de deixar os nomes das propostas mais conhecidas em francês volta a transportar o cliente para o imaginário parisiense ou leonês. Está tudo pensado, e bem pensado, com elegância e descontração. Só os de comida são quatro, do almoço, do jantar, da ceia e das ostras. Nas entradas destacam-se as mesmas propostas em todos, com a sopa de cebola gratinada à cabeça, passando pelos caracóis em manteiga e ervas, o bife tártaro ou a salada da casa. Depois há variações conforme a hora. Nos principais destacam-se pratos para cada dia semana, os “plats du jour”, com a sua escrita alternada entre o francês e o inglês e pratos mais leves ao almoço, com um menu de saladas especifico, ovos e algumas carnes leves e o jantar mais substancial, com mais peixes e carnes vermelhas. Este restaurante abre ao pequeno-almoço e tem um bar de ostras (complementado com outros mariscos), pelo que se adicionarmos os vinhos, champanhes, cocktails e sobremesas, há listas para tudo… mas sempre de uma página!

São curiosos os apontamentos americanos de menus tão franceses: as galinhas vêm de uma comunidade Amish próxima, a origem das ostras divide-se entre as duas costas, leste e oeste e não falta um “Barthazar burger” com “oeuf à cheval”! A matéria-prima da Nova Inglaterra, que tanta reputação tem, complementa na perfeição as ofertas da casa.

Tal como nos seus conterrâneos do outro lado do Atlântico, o Balthazar é um espaço frequentado por locais que se sentem em casa e se divertem e não propriamente um ponto turístico descaracterizado e nervoso.

Por causa disto tudo, o Balthazar é um clássico fora do sítio.

Contactos:

Balthazar Restaurant

Morada: 80 Spring Street, Nova Iorque, NY 10012
Horário: Aberto todos os dias, das 7h30 às 24h.