Sem Espinhas: João Oliveira

João Oliveira, 31 anos, chefe do restaurante Vista, em Portimão, é o convidado que se segue na rubrica Sem Espinhas. Apaixonado por animais, ponderou seguir a carreira de veterinário. Não vai à bola com feijão — dêem-lhe antes uma cana de pesca e farão dele um homem feliz.

Se não fosses cozinheiro o que terias sido? Veterinário. Mas por questões de saúde dos meus avós, comecei a ganhar o gosto por cozinhar e a deixar os animais de lado.

Qual é aquela receita que nunca te sai bem? Uma sopa de feijão frade que a minha avó fazia, durante horas, no fogão a lenha. Já tentei dezenas de vezes e não consigo que saía igual.

Qual o ingrediente que levarias para uma ilha deserta? Pimenta e cravinho.

Qual é aquele ingrediente de que não consegues mesmo gostar? Feijão branco ou vermelho. Obrigaram-me a comer quando era mais pequeno. No meu restaurante são  ingredientes que não entram porque não faz sentido estar a dar aos clientes algo que eu não goste de comer ou confecionar.

Qual foi a refeição mais estranha que já tiveste? Tripas de borrego na Tailândia. Comi para experimentar mas o tempero em si não encaixava. Foi muito mau.

A primeira vez que cozinhaste fizeste o quê? Uma sopa super simples, com batata, cebola, arroz e um bocado de carne que fiz para os meus avós, que estavam acamados. Era hábito ajudar a minha mãe e cozinhar para eles.

Qual o maior erro que já cometeste numa cozinha? Não sei o maior mas o primeiro que cometi foi em casa, a fritar batatas, ao lado da minha mãe. Comecei a fritá-las com muito pouco óleo. E depois fiquei ali à espera que se fizessem até ela me avisar que com apenas dois milímetros de óleo na frigideira não iria conseguir fritar nada.

Que ingredientes improváveis resultam muito bem? Wasabi com rábano, queijo cabra e maçã. Tenho uma sobremesa assim e, os clientes ao primeiro impacto, costumam desconfiar.

Qual é o restaurante que gostavas de ter mas não é teu? Não penso nisso. Estou focado no Vista.

Qual o chefe em Portugal em quem confiavas a tua cozinhas por um dia? Ricardo Costa, João Rodrigues ou Vasco Coelho Santos.

Além da cozinha, que outras paixões tens? Pesca. Vou duas vezes por mês mas são sempre horário complicados. [ No Vista, um dos menus disponíveis chama-se ‘Mar e Sustentabilidade’, onde João procura utilizar espécies de peixe menos nobres].

 

 
Por |2018-11-16T10:50:19+00:0014:39, 30/10/2018|

Partilhar com um amigo