Ricardo Luz, subchefe do restaurante Bon Bon, no Carvoeiro, é o grande vencedor da 30.ª edição do concurso Chefe Cozinheiro do Ano. A final decorreu ontem, dia 27 de novembro, na Alfândega do Porto.

Foi em ambiente de festa e logo após a estreia do documentário ’30 – O Chefe Cozinheiro do Ano e a Cozinha em Portugal’ que o anunciou chegou. Visivelmente emocionado, Ricardo Luz recebeu o prémio das mãos de Fernando Cardoso (Feitoria, Lisboa), vencedor da competição em 2018. Sorridente e exibindo a placa de Chefe Cozinheiro do Ano 2019, o vencedor disse: “Não há palavras para este momento. O percurso até aqui foi de muito trabalho e suor e isto é o realizar de um sonho.”

Em segundo e terceiro lugar da competição ficaram Bruno Ribeiro (1300 Taberna, Lisboa) e João Pedro Santos (The Yeatman, V.N. Gaia), respetivamente. António Fernandes (Jase Hotels & Resorts – Porto Royal Bridges), António Queiroz Pinto (Restaurante de Tormes, Baião) — que ganhou o prémio inovação Helmut Ziebell com a sobremesa ‘Fatias do Freixo, Queijo de Cabra e Pera Bêbada’ — e Wilson Costa (Hotel Vale D’Oliveiras Resort & Spa, Carvoeiro) constituem o restante grupo de participantes.

Ao longo de mais de seis horas, os seis finalistas apresentaram o seu menu ao painel de júri presente, constituído pelos chefes António Bóia (JNcQUOI, Lisboa), Alexandre Silva (Loco, Lisboa), Dieter Koschina (Vila Joya, Albufeira), Nuno Diniz (chefe e professor na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa), Paulo Pinto (Hotéis Real), Orlando Esteves e ainda Fernando Cardoso e Onildo Rocha (Cozinha Roccia, Brasil) como júris observadores.

Ricardo Luz, que soma no seu percurso experiências profissionais no Tavares Rico, Penha Longa Resort, Vila Vita Parc, Grande Real Vila Itália e Macdonald Hotels & Resorts, passa agora a pertencer a um lote de nomes onde se incluem chefes como Louis Anjos — o seu chefe no Bon Bon, com uma estrela Michelin —, Henrique Sá Pessoa (Alma, Lisboa), João Rodrigues (Feitoria, Lisboa), António Loureiro (A Cozinha, Guimarães), Rui Martins (O Paparico, Porto) e Tiago Bonito (Largo do Paço, Amarante).

Conheça na galeria que se segue o menu vencedor (composto por uma entrada, um prato de peixe, um prato de carne, uma sobremesa e ainda um prato tradicional de tacho).