Depois de anunciar que iria transformar, numa primeira fase, o restaurante Noma, em Copenhaga, na Dinamarca — o número dois na lista The World’s 50 Best Restaurants — num wine bar, o chefe René Redzepi revelou hoje que vai acrescentar hambúrgueres a essa oferta. O novo Noma abre já dia 21 de maio.

Em comunicado oficial, que pode ser lido no site do Noma, René Redzepi anunciou que agora que foram levantadas as restrições impostas na Dinamarca face ao novo coronavírus, a reabertura do restaurante vai dividir-se em duas fases. Primeiro, o chefe vai abrir o restaurante como um bar de vinhos. Este bar vai trabalhar sem reservas, das 13h às 21h. Além da oferta de vinhos, haverá dois hambúrgueres na carta de comida, The Noma Cheeseburguer e The Noma Veggie Burguer (opção vegetariana). “Ambos são suculentos e recheados com umami, com um pouco de toque de magia da nossa adega de fermentação, e servidos num pão de batata desenvolvido pelos nossos amigos do Gasoline Grill”, explica René Redzepi.

Numa segunda fase, que não tem uma data concreta de início, o Noma irá reabrir como o restaurante que conhecemos, aceitando numa primeira instância, os clientes que já tinham reserva até setembro ou aqueles que entretanto, acabaram por compraram um voucher para ajudar o restaurante. Assim, o espaço não está a aceitar reservas de momento. “Estar encerrado por tanto tempo significa que demorará semanas para que as nossas equipas voltem aos níveis que estavam antes de fechar”, afirma Redzepi.

“Neste momento, estamos ansiosos para nos conectar com a nossa comunidade e para celebrar o verão da melhor (e da mais segura) maneira que pudermos”, diz o chefe.

Resta dizer que os vinhos e os hambúrgueres do Noma vão estar igualmente disponíveis em take away e poderão ser coletados à porta do restaurante.