Ana Gonçalves, do projeto Tãtã Eatery, acaba de abrir em Londres um novo restaurante dedicado à famosa sandes japonesa, katsu sando. Em conjunto com Zijun Meng é também a responsável por tudo o que se come no Tayer + Elementary dos bartenders Alex Kratena e Monica Berg.

No verão de 2018, durante um dos habituais pop ups de verão em Londres do Tãtã Eatery — um projeto de cozinha de influência asiática e portuguesa — o casal de chefes Ana Gonçalves e Zijun Meng serviu uma katsu sando de porco ibérico que foi um sucesso tal que acabou por abrir portas para um novo projeto que agora começa. “Nunca esteve na nossa ideia fazer um restaurante de katsu sando, mas sim abrir uma pequena loja. Era algo não planeado até os responsáveis do Arcade Food Theatre nos convidarem para abrir este espaço”, começa por contar Ana que, ao longo de vários anos, e juntamente com Meng, trabalhou na capital londrina sob a alçada do chefe Nuno Mendes em projetos como The Loft, o Corner Room, o Viajante e o Chiltern Firehouse.

A portuguesa conta que o espaço onde mora o novo restaurante, Arcade Food Theatre, é uma abertura também ela recente — a inauguração aconteceu dia 22 de julho — e que funciona como uma espécie de mercado com sete restaurantes [curiosamente, há um de inspiração portuguesa, Casita do Frango, onde é servido o típico frango de churrasco com acompanhamentos  portugueses], três bares, uma loja especializada de café e outra de pão. “Não tendo nada a ver, somos tipo o burguer place cá do sítio”, brinca Ana. “O foco é a oferta diferenciada e o serviço, não há aquela coisa de tabuleiro associado a um food hall, daí ter o nome food theatre. Quem está cá em cima (o restaurante encontra-se no primeiro piso do edifício) está mesmo num restaurante, o Tõu.” E por falar em Tõu [palavra chinesa para ideia ou pensamento], além da famosa katsu sando com carne de porco ibérico frito e repolho, no menu de curtas dimensões há também uma sandes com bochecha de boi e uma outra com ovo e tofu. À parte, há acompanhamentos simples “como pickles”, rice bowls e ainda algumas sobremesas onde em breve vai estar incluindo o famoso gelado de arroz tostado do Tãtã Eatery e que “os clientes adoram.”

Apesar de entre 2015 e 2018, o Tãtã Eatery ter funcionado em formato pop up em mercados de rua de Londres e em residências temporárias em restaurantes como o Kitchen Table, o Curio Cabral ou em pubs com o The Newman Arms e o Sir Colin Campbell, o início do Tõu não quer dizer que seja o fim do projeto-mãe, antes pelo contrário. A dupla de chefes vai continuar a trabalhar criativamente nesse restaurante e transportar o Tãtã Eatery para a envolvente gastronómica do novo Tayer + Elementary, um espaço da responsabilidade de Alex Kratena e Mónica Berg, dois conceituados bartenders da cena de bar londrina.

Tal como explica Ana, o que vai acontecer é que com a sua presença mais regular no Tõu, vai ser mais provável ver Zijun Meng no Tayer + Elementary a tratar do menu de degustação do kitchen counter (com lugar para quatro comensais de cada vez, num máximo de três serviços por noite) e dos petiscos dos dois bares localizados dentro do mesmo espaço. “São dois bares dentro de um. O Elementary está todo o dia aberto e serve cocktails rápidos e sazonais. Já o Tayer é mais complexo, mais focado no que está dentro do copo. É aí, ao lado, que está o Meng”, clarifica. A oportunidade de fazer parte do Tayer + Elementary  surgiu quando o casal de bartenders visitou o casal de chefes num dos seus pop ups e adorou o que provou. “Inicialmente convidaram-nos para dar consultoria mas depois acabamos por ficar muito conectados e quisemos fazer parte também. As coisas estão a correr muito bem, estamos completamente cheios.”